Este sítio usa cookies para melhorar a experiência da sua visita, se continua é porque aceita. Mais informação.
MENU rápido para celular

Aparelho Ortodôntico - alinhamento dos dentes

Quem necessita de correção dentária?

As pessoas que apresentam as seguintes situações.

Aparelho Móvel e Aparelho Fixo

aparelho dentário ortodontico

Para corrigir as anomalias descritas utiliza-se aparelho dentário ortodôntico fixo ou móvel, também conhecidos por alinhadores dentários. Estes aparelhos dentários exercem forças contínuas nos dentes a mover.
O aparelho dental móvel é facilmente retirado pelo utilizador. Hoje em dia são mais usados os aparelhos fixos porque permitem um maior controlo do plano de tratamento e consequentemente melhoram a sua eficácia. Em alguns casos o aparelho removível é mais eficaz, o ortodontista está habilitado a decidir qual o indicado.

Os aparelhos fixos são constituidos por pequenas peças coladas aos dentes (brackets) por onde passam arcos de metal e bandas elásticas. Existe um outro tipo que se pode considerar misto, visto usar braquetes e algo parecido com uma moldeira transparente que é removível. Esse aparelho vai sendo trocado por outros durante o tratamento e chama-se Invisalign.
Está provado que nas crianças o aparelho fixo é mais eficaz nos resultados. Como está fixo, trabalha durante as 24 horas do dia, enquanto o móvel a criança pode até fingir que está usando o aparelho, ou removê-lo quando se afasta dos pais.

Idade indicada e duração do tratamento ortodôntico

Sem dúvida a idade aconselhada é a adolescência, a partir dos 12, 13 anos. Nesta idade já todos os dentes de leite foram substituídos pelos dentes permanentes e o objectivo é mais rapidamente atingido. Normalmente 18 meses é o tempo que demora o tratamento no jovem mas no paciente adulto pode demorar mais tempo a alcançar o final pretendido, sempre mais de 24 meses.

Inconvenientes ao uso de aparelho dentário

Acontece por vezes desconforto na fase inicial do tratamento e após as visitas periódicas de ajuste. Nos primeiros dias pode eventualmente surgir alguma dor ao mastigar.
A correcção total leva normalmente mais de um ano e obriga a visitas mensais ao ortodontista.
No final, após remoção dos brackets e polimento das superfícies onde estes estavam colados, o paciente tem que usar um aparelho removível de contenção por alguns meses no maxilar superior. Acresce a isto a necessidade de ligação dos dentes anteriores inferiores com um arame e compósito na sua face lingual, sendo aconselhado manter esta estrutura indefinidamente. O paciente deve estar ciente destes aspetos do tratamento antes de tomar uma decisão favorável ao mesmo.
Sobretudo os pais não devem ignorar os possíveis sacrifícios que exigirão aos filhos no decurso de uma correção ortodontica. Devem avaliar cuidadosamente em conjunto com o ortodontista se o grau de incorreção no posicionamento dos dentes é tão severo que assim exija.

Recomendações ao utilizador de aparelho

É óbvio que o uso de qualquer aparelho leva a maior retenção de restos de comida. Por outro lado certas zonas deixam de estar tão acessíveis à escovagem. Devido a estes fatos torna-se imperiosa uma higiene cuidada e frequente. Também o uso complementar de acessórios de limpeza para além da escova, é indicado. Utilizar um escovilhão, para remover a placa bacteriana entre o dente e o arame do aparelho e um líquido com flúor para bochechar duas vezes por dia depois da escovagem.

Vigiar atentamente o estado da gengiva. Verificar se não está inflamada. Durante o tratamento ortodôntico existe maior dificuldade na limpeza dos dentes, podendo levar ao aparecimento de gengivite ou periodontite.

Por vezes é precisa a colocação de pequenas porções de cera ou silicone sobre um ou mais brackets que estejam a irritar a bochecha por dentro.

Alimentos a evitar

Durante todo o tratamento deve-se evitar comer certos alimentos. Alguns porque são susceptíveis de danificar o aparelho fixo, outros porque potenciam a formação de placa bacteriana e ou atacam o esmalte.
Pastilhas elásticas (chicletes), balas, caramelos, bolachas duras, cenouras cruas, pão duro, frutos secos, bebidas doces ou com gás e açúcar são constituintes de uma lista a evitar.

Preços

Os preços podem variar muito de uma clínica para outra.

Normalmente um tratamento envolve ambas as arcadas pelo que deve considerar dois aparelhos. A este custo acrescem as consultas de rotina mensal durante aproximadamente doze meses. No término existe uma consulta demorada de remoção dos brackets e polimento dos dentes, mais cara que a mensal. Por fim terá que incluir o preço de um aparelho de contenção superior e outro inferior que vêm substituir os aparelhos fixos usados até àquela data. Estas são as contas que deve fazer, nem sempre amplamente explicadas no início.
Convém lembrar que o aparelho ortodôntico estético de safira, ou de cerâmica, é ainda mais caro que o aparelho com brackets metálicos.

Outras considerações sobre a ortodôntia

Alinhar ou corrigir os dentes não se justifica em casos de pequena significância, que não devem ser considerados defeitos, mas antes individualismos. Esses casos são apenas mais um traço físico a acrescentar a outros. Se não são do agrado de algumas pessoas, será garantidamente do agrado de outras. O bom senso deve prevalecer sobre a moda ou interesse comercial e levar ao tratamento apenas casos de dentes apinhados, ou outros mais complicados.

Para aquelas pessoas que concluíram o tratamento ortodôntico, convém lembrar que devem verificar se os dentes ficaram bem polidos nos locais onde estavam fixos os braquetes. É importante!
Finalmente respondendo àquela pergunta que tem na cabeça desde que clicou na ligação para chegar aqui, qual o tempo médio de um tratamento ortodôntico? - Dois anos.
Pensa que acabou? - Não! Se não usar uma placa de contenção por tempo indeterminado, os dentes poderão voltar a entortar.